Tuchel exalta Neymar, mas alerta que responsabilidade não pode ser só dele

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

LISBOA, PORTUGAL (UOL/FOLHAPRESS) – Treinador do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel voltou a encher Neymar de elogios. Na véspera da semifinal da Liga dos Campeões, contra o RB Leipzig, o alemão colocou o brasileiro como líder do time, mas fez um alerta ao dizer que o camisa 10 não pode ficar com toda a responsabilidade sozinho. “O Neymar é um líder do time. Só que ele é um líder diferente do que todo mundo pensa. Ele é o líder com a sua qualidade, confiança, e isso reflete em todo o grupo dentro de campo. Ele tem uma capacidade incrível em grandes jogos e ama esses momentos de decisão”, disse Tuchel em entrevista coletiva concedida nesta segunda (17), em Lisboa. “Nós construímos um elenco que sabe dividir as responsabilidades. Navas, Sarabia, Herrera são casos de reforços experientes que entendem o papel de cada um. Todo elenco ajuda com um pouco. O Neymar não pode ganhar tudo sozinho”, completou. Em outro momento da entrevista, ao comentar sobre o entendimento do brasileiro com Kylian Mbappé, Tuchel voltou a elogiar Neymar,. O atacante francês volta ao time titular do PSG contra o RB Leipzig. “A relação entre eles é forte e chave para nós. São dois jogadores ofensivos que atuam melhor juntos, e para nós é um privilégio ter isso. A combinação é fantástica. Nós temos pequenas conexões na nossa equipe entre defesa, meio e ataque, e essa entre eles é excepcional”, exaltou Tuchel. O meio-campista Ander Herrera, que acompanhou a entrevista ao lado do comandante, reforçou a liderança de Neymar no time. “Neymar é o nosso líder, como bem disse o Tuchel. Quando o time tem pressão, ele pede a bola. Ele quer a bola, quer jogar a todo momento. Isso é muito importante para a nossa equipe”, destacou o jogador. PSG e RB Leipzig abrem a fase semifinal da Liga dos Campeões. O jogo será disputado nesta terça (18), às 16h (de Brasília), no Estádio da Luz, em Lisboa.

Deixe um comentário