Barcelona demite Quique Setién e promete grande reformulação no time

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Barcelona anunciou nesta segunda-feira (17) a demissão do técnico Quique Setién. Sua saída ao final da temporada já era esperada antes mesmo da goleada de 8 a 2 sofrida para o Bayern de Munique, nas quartas de final da Champions League. “[A demissão de Setién] É a primeira decisão de uma ampla reestruturação na equipe principal que será realizada com a atual secretaria técnica e com o novo treinador, que será anunciado nos próximos dias”, disse o Barça em comunicado. De acordo com a imprensa espanhola, o treinador mais cotado para assumir o comando do Barcelona é Ronald Koeman, atual técnico da seleção holandesa e ex-jogador do clube. Koeman foi o autor do gol que deu aos catalães o primeiro título da Champions League em sua história, na temporada 1991/1992, contra a Sampdoria, em Wembley. A curta passagem de Quique Setién pelo Barça durou apenas 25 partidas —foram 16 vitórias, quatro empates e cinco derrotas. O treinador, que foi contratado em janeiro após a demissão de Ernesto Valverde, chegou a colocar o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol. Contudo, problemas de relacionamento de sua comissão técnica com os jogadores, entre eles o astro Lionel Messi, minaram o ambiente do time, que viu o Real Madrid assumir a liderança e conquistar o título nacional. Com a eliminação na Champions para o Bayern após a vexatória goleada de 8 a 2, o vice-campeonato espanhol e a derrota para o Athletic Bilbao nas quartas de final da Copa do Rei, o Barcelona terminou sua primeira temporada sem títulos desde 2007/2008.

Deixe um comentário