Lyon segura o City, aproveita erros e avança à semifinal da Champions

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Lyon fez jogo de time grande na tarde deste sábado (15), venceu o Manchester City por 3 a 1 e se classificou às semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Cornet fez um e Dembele marcou os dois gols da classificação, enquanto De Bruyne fez para os ingleses. O time francês agora avança para enfrentar o Bayern de Munique, que na sexta-feira humilhou o Barcelona por 8 a 2. A semifinal está marcada às 16 horas (de Brasília) de quarta-feira (19), enquanto RB Leipzig e PSG se enfrentam na outra chave. O City começou assustando com Sterling, que recebeu pela esquerda, escapou e deixou bola açucarada no meio da pequena área, mas a zaga afastou. Ficou tudo mais ou menos encaixado nos primeiros vinte minutos: o time inglês tinha mais a posse, bem ao estilo Guardiola, e não teve oportunidade de beliscar a saída de bola adversária – como havia feito contra o Real Madrid, na semana passada. Quando o jogo era todo de bola rasteira e passe curto, o brasileiro Fernando Marçal espetou um lançamento preciso para Ekambi ficar na cara de Ederson. García conseguiu se recuperar, mas foi o único do City a acompanhar a jogada e viu o rebote ser aproveitado por Cornet. Lyon 1 a 0. O City passou a reagir na base da insistência: primeiro Rodrigo bateu fraco após passe de Sterling para trás; depois este mesmo Sterling foi lançado nas costas da zaga e parou em Anthony Lopes. Foram as duas melhores jogadas do time em um primeiro tempo de pouca criatividade e De Bruyne e Gabriel Jesus apagados. O segundo tempo começou como o primeiro havia terminado: o Lyon recolhido, mas relativamente seguro; cheio de gente na entrada da área ou onde a bola estivesse. Os contra-ataques rarearam, então o City alugou de vez o campo de ataque depois da entrada de Mahrez. Aos poucos os espaços foram aparecendo. Não por coincidência, aos Mahrez lançou Sterling pelo lado esquerdo, viu o inglês se livrar da marcação e levantou a cabeça para servir De Bruyne no lance do empate. 1 a 1. O momento era todo do City, mas os erros custariam caro: Gabriel Jesus primeiro desperdiçou bola na pequena área, sozinho; depois se redimiu dando bola para Sterling marcar, mas viu o companheiro errar também. Time competitivo também precisa de sorte. O Lyon respondeu de forma estratégica, acertou as substituições para aliviar a pressão que sofria e aí conseguiu se soltar: fez dois gols decisivos com Dembele e cavou lugar nas semifinais.

Deixe um comentário