Flamengo tenta fugir de turbulência contra o Coritiba

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O início do Campeonato Brasileiro tem sido turbulento para o Flamengo. Com duas derrotas nas duas primeiras rodadas, o time rubro-negro tenta acabar com a má fase neste sábado (15), às 19h30, contra o Coritiba, no estádio Couto Pereira. De um time que conquistou cinco títulos no período de um ano sob o comando de Jorge Jesus, o Flamengo coleciona decepções no Brasileiro 2020. Na estreia, perdeu por 1 a 0 para o Atlético-MG em pleno Maracanã. Na sequência, diante do recém-promovido da Série B Atlético-GO, levou 3 a 0 fora de casa. Os tropeços resultaram em desconfiança em relação ao trabalho do espanhol Domènec Torrent, contratado para substituir Jorge Jesus. Se na estreia, ele manteve o time que seu antecessor costumava mandar a campo, na segunda rodada houve muitas mudanças. A começar pela improvisação de um zagueiro (Rodrigo Caio) na lateral direita em lugar de Rafinha. E depois, pela mudança de esquema, com a entrada de Vitinho no lugar de Arrascaeta. Embora tenha sido contestado, Torrent acredita que o desempenho ruim se deve à falta de ritmo de jogo e ao condicionamento físico dos atletas. “É muito difícil. O ambiente com a pandemia é muito difícil, não temos torcida. Jogamos depois de 24 dias, parece que estamos na pré-temporada, um ritmo muito mais baixo, os outros em um ritmo mais alto”, justifica o espanhol. “Mas trabalharemos para fazer uma equipe vencedora. Certamente venceremos novamente. Eu preciso de tempo, os jogadores precisam de tempo. Não para jogar com Dome como técnico, mas para estarem melhor fisicamente.” Diante do Coritiba, já é certo que o Flamengo terá duas alterações em relação à equipe de Jorge Jesus. O goleiro Diego Alves foi expulso diante do Atlético-GO e terá de cumprir suspensão. O outro problema não é pontual. Rafinha aceitou proposta do Olympiacos, da Grécia, e está de malas prontas para voltar à Europa. O vice-presidente do clube, Marcos Braz, já confirmou a transferência que não renderá nenhuma receita ao Flamengo -havia uma cláusula de liberação imediata caso o lateral recebesse oferta de um clube europeu. César será o substituto de Diego Alves, mas na lateral direita o problema é maior. João Lucas foi o único relacionado para viajar a Curitiba e deve jogar. Porém, o clube já está atrás de um reforço, pois os atletas da posição -Matheusinho é o outro- no elenco são considerados inexperientes. Nas demais posições, o técnico do Flamengo deve retomar a formação original de Jorge Jesus, com Arrascaeta em lugar de Vitinho. O Coritiba também não teve um começo animador no Brasileiro e, assim como o rival deste sábado, ainda não somou pontos. Na estreia, perdeu em casa para o Internacional por 1 a 0. Na segunda rodada, viajou a Salvador e foi derrotado por 1 a 0 pelo Bahia. A novidade no time paranaense é a volta de Rhodolpho, ex-Grêmio, São Paulo e Flamengo, após ser preservado nas duas primeiras rodadas. Ele formará dupla de zaga com Sabino. No gol, o titular será Wilson, pois Muralha não pode atuar por causa de uma cláusula que impede sua participação na partida, já que ele foi emprestado pelo próprio Flamengo. CORITIBA Wilson; Natanael (Jonathan), Rhodolpho, Sabino, William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani, Ruy (Yan Sasse); Robson, Igor Jesus, Sassá. T.: Eduardo Barroca FLAMENGO César; João Lucas, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta, Everton Ribeiro; Bruno Henrique, Gabigol. T.: Domènec Torrent Estádio: Couto Pereira, em Curitiba (PR) Horário: 19h30 deste sábado Juiz: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Deixe um comentário