Diante do Ceará, Atlético-MG tenta manter 100% no Brasileiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Atlético-MG entra em campo na manhã deste domingo (16), diante do Ceará, no Mineirão, com a missão de manter o aproveitamento de 100% no Campeonato Brasileiro. Com Nathan machucado, Hyoran, um dos destaques do clube neste início de temporada, é o substituto mais provável. Contratado como promessa da Chapecoense, em 2016, Hyoran nunca brilhou pelo Palmeiras. Em três temporadas, fez 56 jogos e sete gols. Sem convencer após três anos, o meio-campista acabou emprestado ao Atlético-MG no início de 2020. Inicialmente titular com Dudamel, manteve o prestígio no começo da passagem de Jorge Sampaoli na Cidade do Galo. No entanto, parece perder um pouco de espaço com a chegada de Alan Franco. Pedido de Sampaoli, o equatoriano é quem atuou como titular em sua posição nos jogos contra Flamengo e Corinthians, ambos pelo Brasileiro. O problema é que o atleta solicitado pelo treinador não tem rendido o esperado. Quem surgiu, na última rodada, como destaque foi justamente Hyoran, que já vinha aparecendo bem em jogos recentes da equipe. Em um posicionamento novo, o jogador marcou dois gols contra o Corinthians na última quarta-feira. Hyoran deixou de atuar na linha de três meias usada atrás do centroavante, como era feito em sua passagem pelo Palmeiras, para jogar um pouco mais recuado no esquema de Jorge Sampaoli, que tem feito com que ele cresça de produção. Em alguns momentos, ele foi usado como o típico camisa 10 e jamais rendeu na Academia de Futebol. Embora tenha liberdade na fase ofensiva do jogo de Sampaoli, o atleta exerce uma função de segundo volante na formação do técnico argentino. Com obrigações defensivas no momento da marcação, se aproxima dos homens de defesa para ajustar na recomposição tática. A postura permite com que ele renda cada vez mais no dia a dia do Galo. No jogo da segunda rodada do Brasileiro, precisou afiar apenas a pontaria para conseguir deixar o campo como destaque. Se o Atlético-MG venceu os dois jogos que disputou, o Ceará ainda busca seu primeiro triunfo. Na estreia, o clube perdeu para o Sport, por 3 a 2, na Ilha do Retiro. Na segunda rodada, em casa, empatou com o Grêmio em 1 a 1. O técnico Guto Ferreira ainda terá baixas no departamento médico, mas deve poder contar com o zagueiro Klaus e o lateral Bruno Pacheco. Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte Horário: 11h deste domingo (16) Juiz: Savio Pereira Sampaio (DF) ATLÉTICO-MG Rafael; Guga, Réver, Junior Alonso (Gabriel ou Igor Rabello) e Guilherme Arana (Fábio Santos); Allan, Alan Franco (Jair) e Hyoran; Savarino, Keno (Marquinhos) e Marrony. T.: Jorge Sampaoli CEARÁ Fernando Prass; Samuel Xavier, Klaus, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles, William Oliveira, Leandro Carvalho, Fernando Sobral e Mateus Gonçalves; Cleber. T.: Guto Ferreira

Deixe um comentário