Auxílio e crédito para empresas deram gás à popularidade de Bolsonaro, diz Mourão após Datafolha

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O vice-presidente Hamilton Mourão creditou a melhora da avaliação do presidente Jair Bolsonaro detectada pelo Datafolha ao auxílio emergencial de R$ 600 e às linhas de crédito abertas para pequenas e micro empresas. Para o vice, essas políticas deram um “gás na popularidade do presidente”. “Muito bom, né? Acho que são as medidas que o governo tomou para combater a pandemia, elas surtiram efeito. As pessoas que estavam em situação, digamos assim, bem difícil, porque eram trabalhadores informais e perderam a capacidade de ganhar o dinheirinho deles de cada dia, receberam esse recurso do ‘coronavoucher’ [auxílio emergencial]”, disse Mourão na manhã desta sexta-feira (14). “[E] As pequenas e micro empresas tiveram acesso a crédito de quase R$ 30 bilhões, outras linhas de crédito foram abertas. Acho que isso deu um gás na popularidade do presidente”, avaliou. De acordo com pesquisa Datafolha, Bolsonaro está com a melhor avaliação desde que começou o seu mandato. O levantamento mostra que 37% dos brasileiros consideram seu governo ótimo ou bom, ante 32% que o achavam na pesquisa anterior, feita em 23 e 24 de junho. Também houve queda acentuada na curva de rejeição: caíram de 44% para 34% os que o consideravam ruim e péssimo no período. Classificaram o governo de regular, por sua vez, 27%, ante 23% em junho. O instituto entrevistou por telefone 2.065 pessoas nos dias 11 e 12 de agosto. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou menos. Questionado por jornalistas se a melhora no desempenho também poderia ser explicada pelo tom mais conciliador adotado por Bolsonaro nas últimas semanas, evitando confrontos com o Legislativo e o Judiciário, Mourão destacou que o presidente “sabe fazer política”. “O presidente, rapaz, sabe fazer política. Vamos lembrar, o cara está há 30 anos na política. Ele sabe como as coisas andam e ele tem uma visão correta dos objetivos que a gente tem que ter para buscar melhorar a situação do país e preparar o país para voos mais altos”, disse o vice. Os resultados do levantamento Datafolha foram o objeto de postagem do próprio presidente Bolsonaro, que republicou a capa do jornal Folha de S.Paulo desta sexta, que traz o resultado da pesquisa com destaque. “Verdade, meia verdade ou fake news?”, escreveu o presidente, que frequentemente critica a imprensa e a acusa de fazer oposição ao governo.

Deixe um comentário