RB Leipzig derruba Atlético e pega PSG nas semifinais da Champions League

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O RB Leipzig venceu o Atlético de Madrid com um gol no finalzinho do jogo e será o adversário do Paris Saint-Germain nas semifinais da Champions League. No duelo em partida única pelas quartas de final, nesta quinta-feira (13), em Lisboa, a equipe alemã venceu a espanhola por 2 a 1. Adams, aos 43 minutos do segundo tempo, colocou na rede a bola que classificou o RB Leipzig no estádio José Alvalade. Na próxima terça-feira (18), novamente em Lisboa, mas no Estádio da Luz, o surpreendente time de Julian Nagelsman tentará frustrar Neymar e causar nova zebra. Os demais semifinalistas da Champions League -que vem tendo suas etapas derradeiras todas disputadas em Portugal, sem público, devido à pandemia do novo coronavírus- serão definidos no final de semana. Eles sairão de Barcelona x Bayern e Manchester City x Lyon. Nesta quinta, mesmo diante de um adversário que não lhe era superior tecnicamente, o Atlético de Madrid preferiu se manter fiel a seu estilo defensivo, deixando o adversário ter o controle da posse da bola. Houve um ou outro lance mais perigoso, mas nenhuma chance clara de gol nos 45 minutos iniciais. O comportamento do time espanhol acabou custando caro, no entanto. O RB Leipzig começou a etapa final no ataque e chegou ao gol aos cinco minutos, em jogada construída pela direita e completada em cabeceio de Olmo. Só aí o técnico Diego Simeone resolveu colocar em campo o habilidoso atacante João Félix, que deu força ofensiva ao Atlético e sofreu o pênalti que deixou o placar empatado. Ele foi derrubado e converteu a cobrança, aos 26 minutos. O confronto caminhava para a prorrogação quando, aos 43 minutos, o time alemão pegou o adversário desarrumado na defesa. Adams recebeu na entrada da área e não pegou bem na bola, mas contou com um desvio em Savic para iludir o goleiro Oblak. Simeone, então, partiu para o desespero, colocando o zagueiro brasileiro Felipe no ataque, para brigar pelas bolas aéreas. Não funcionou, e a equipe que havia derrubada o poderoso Liverpool acabou caindo diante de um rival que está no mata-mata da Champions pela primeira vez em sua vida de 11 anos. Estádio: José Alvalade, em Lisboa (POR) Juiz: Szymon Marciniak Cartões amarelos: Lukas Klostermann, Haidara e Kampl (RBL); Giménez e Renan Lodi (ATL) Gols: Dani Olmo, aos 5min do 2º tempo (RBL) e Adams (RBL), aos 43min do 2º tempo; João Félix (ATL), aos 25min do 2º tempo RB LEIPZIG Gulacsi; Angelino, Upamecano, Halstenberg e Klostermann; Nkunku (Haidara), Laimer (Adams), Kampl e Sabitzer (Mukiele); Dani Olmo (Schick) e Poulsen. T.: Julian Nagelsmann ATLÉTICO DE MADRI Oblak; Lodi, Giménez, Savic e Trippier; Koke (Felipe), Saúl, Herrera (João Félix) e Carraso; Llorente e Diego Costa (Morata). T.: Diego Simeone

Deixe um comentário