Ceará e Grêmio empatam jogo que teve árbitro como desfalque

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) – Ceará e Grêmio empataram por 1 a 1 nesta quarta-feira (12), no Castelão. O time cearense saiu na frente, mas a equipe gremista empatou na etapa final. O jogo, válido pela segunda rodada do Brasileirão, teve boas defesas dos goleiros, mas ficou marcado pelo desfalque do árbitro. Dewson Freitas não chegou a tempo e precisou ser substituído pela CBF ao longo do dia. O gol do Ceará foi de Cléber. Thaciano marcou para o Grêmio. A escalação gremista teve apenas três jogadores considerados titulares —Cortez, Alisson e Pepê. E na reta final do jogo, Thiago Neves entrou. Na próxima rodada o Grêmio recebe o Corinthians, e o Ceará visita o Atlético-MG. A partida em Porto Alegre acontece sábado, às 19h (horário de Brasília). Enquanto o jogo em Belo Horizonte está marcado para as 11h de domingo. O destaque do jogo foi Cléber. O centroavante do Ceará ganhou várias disputas aéreas contra David Braz e Rodrigues. Serviu perfeitamente como pivô e também fez o gol alvinegro. Do outro lado, Paulo Victor decepcionou. O goleiro do Grêmio fez duas boas defesas, mas falhou no gol do Ceará. Foi encoberto dentro da pequena área. O JOGO DO GRÊMIO Orejuela e Bruno Cortez atuaram bem avançados, com o Grêmio em busca de superioridade numérica perto da área do Ceará. A estratégia fez o time ter posse, mas faltou chutar a gol. Pior foi o reflexo defensivo: uma defesa mais exposta. O gol no final do primeiro tempo, no entanto, foi sofrido de bola parada. Com falha de Paulo Victor. No segundo tempo, o Grêmio errou mais. Falhou mais. E fez gol. Thaciano, sumido na partida, concluiu de primeira e empatou. Depois, Renato Gaúcho foi flagrado dando instruções para o time controlar e administrar o empate. O JOGO DO CEARÁ O preço que o Grêmio quis pagar o Ceará cobrou. Aproveitando os espaços às costas de Orejuela e Cortez, o time de Guto Ferreira ganhou metros e criou duas grandes chances antes de abrir o placar. O gol cristalizou outro princípio da equipe: a busca pela figura de Cléber. O desvio de cabeça confirmou a estratégia de investir no centroavante durante o duelo. A vantagem não fez bem ao Ceará, que se fechou demais e abriu mão de atacar em grande parte da etapa final. Guto tentou reagir com mudanças nos últimos 15 minutos, mas sem efeito. CEARÁ Fernando Prass; Samuel Xavier (Eduardo), Gabriel Lacerda, Luiz Otávio, Alyson; Charles, William Oliveira (Fabinho), Matheus Gonçalves (Bergson), Fernando Sobral, Leandro Carvalho (Vitor Jacaré); Cléber (Rafael Sobis). T.: Guto Ferreira GRÊMIO Paulo Victor; Orejuela, David Braz, Rodrigues, Cortez; Lucas Silva (Thiago Neves), Darlan, Alisson, Thaciano (Ruan), Pepê; Isaque (Patrick). T.: Renato Gaúcho Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE) Juiz: Caio Max Augusto Vieira (RN) Cartões amarelos: Fernando Prass e Leandro Carvalho (Ceará) Gols: Cléber, aos 43min do primeiro tempo (Ceará); Thaciano, aos 26min do segundo tempo (Grêmio)

Deixe um comentário