Embalado por boa fase de Diego Souza, Grêmio visita o Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Diego Souza já tem nove gols pelo Grêmio em 2020 e se tornou não só titular absoluto, mas também peça-chave no time de Renato Gaúcho. O centroavante entra em campo, nesta quarta-feira (12), às 21h30, na Arena Castelão, como principal nome do time tricolor para enfrentar o Ceará. A influência no jogo gremista vai além das conclusões decisivas e assistências -como aconteceu no Gre-Nal 426- de Diego Souza. A figura do pivô voltou com força na equipe e com desdobramento para inversão do camisa 29 com outro jogador. A atual fase do ex-jogador de São Paulo e Botafogo é tão boa que é também ímpar na era Renato, iniciada em setembro de 2016. Renato Gaúcho nunca conseguiu emplacar centroavante com tamanha efetividade. Lucas Barrios, em 2017, e Jael, no ano seguinte, chegaram perto de algo parecido. Mas sem serem artilheiros isolados do Grêmio. Aos 35 anos, Diego Souza participou de 13 das 19 partidas do Grêmio na temporada. E chama atenção pelos gols, nove no total e quatro deles em cinco jogos depois da retomada. “Não tem segredo. O time é muito bom, tem muita qualidade e sou privilegiado de participar de uma equipe como essa. Meu trabalho ali na frente é fazer gols”, disse Diego Souza no intervalo do jogo com o Fluminense, no domingo passado (9), pelo Brasileiro -foi dele o gol da vitória por 1 a 0. Em 2017, Barrios terminou o ano dividindo a condição de goleador da equipe com Luan, com 18 gols para cada um. Em 2018, Jael foi vice-artilheiro com 12 gols marcados -bem atrás de Everton Cebolinha, goleador com 19 bolas na rede. Em busca da segunda vitória no Brasileiro, o Grêmio não tem mais a presença de Everton, negociado com o Benfica. E o time de Renato Gaúcho também contará com os desfalques de Matheus Henrique, com uma lesão muscular, e Jean Pyerre, com problemas particulares. Do outro lado, o Ceará precisa se recuperar da derrota na estreia para o Sport por 3 a 2. Campeão da Copa do Nordeste há uma semana, a equipe dirigida por Guto Ferreira não terá à disposição o meio-campista Lima e o atacante Léo Chu, que pertencem ao Grêmio e têm o impedimento de encarar o ex-clube. No ataque, Leandro Carvalho ainda não sabe se terá condições de atuar. A maior esperança do setor ofensivo é o centroavante Cléber, que marcou nas últimas três partidas. CEARÁ Fernando Prass; Samuel Xavier, Klaus, Luiz Otávio, Bruno Pacheco; Charles, Fabinho, Fernando Sobral; Mateus Gonçalves, Cléber, Rafael Sóbis (Victor Jacaré). T.: Guto Ferreira GRÊMIO Vanderlei; Orejuela, Geromel, Kannemann, Cortez; Lucas Silva, Maicon (Darlan), Alisson, Isaque, Pepê; Diego Souza. T.: Renato Gaúcho Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE) Horário: 21h30 desta quarta-feira Juiz: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Deixe um comentário