Ano letivo começa nas escolas da Rede Estadual nesta quinta-feira (03)

A Rede Estadual conta com 132 unidades de tempo integral
O ano letivo 2022 começou para mais de 211 mil alunos da Rede Estadual. (Foto: Thiago Coutinho/SEDU)

O ano letivo 2022 nas 411 escolas para mais de 211 mil alunos da Rede Estadual começou nesta quinta-feira (03). Seguindo todos os protocolos e medidas sanitárias na prevenção à Covid-19, as unidades de ensino retornaram no modelo presencial com diversas iniciativas com foco no aprendizado e qualidade do ensino para os estudantes, como a implementação do Novo Ensino Médio, a continuidade do Programa de Fortalecimento da Aprendizagem e a expansão de 40 para 100 Polos do Pré-Enem. 

O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, acompanhou o retorno dos alunos, na manhã desta quinta (03), no Centro Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral (CEEMTI) Maura Abaurre, em Vila Velha. Essa é uma das 132 unidades de Tempo Integral da Rede Estadual, número ampliado também neste ano. Somente nesta gestão, a Rede passou a contar com 100 novas escolas com a oferta desta modalidade de ensino. 

“Continuamos com todos os protocolos de segurança nas escolas da Rede, com o uso obrigatório da máscara, álcool disponível para todos, termômetro, limpeza dos ambientes, entre outros, conforme o que já vinha sendo cobrado desde 2021”, disse.

Confira as novidades para o ano letivo 2022:
– Programa Mais Leitores: aquisição de acervo bibliográfico para as bibliotecas das Escolas Públicas Estaduais e municipais – serão 181.469 livros físicos, contemplando títulos voltados para a Educação Infantil; Ensino Fundamental – anos iniciais e finais; Ensino Médio; Educação do Campo, Indígena e Quilombola; Educação de Jovens e Adultos (EJA) regular e profissional. Investimento de R$ 8.115.320,88;

– Plataforma Digital “Árvore de Livros”: acervo digital com mais de 30 mil livros (acesso ilimitado e simultâneo) para 250 mil estudantes, professores e servidores da Rede Estadual. Investimento de R$ 9.609.222,00;

– Pré-Enem: expansão de 40 para 100 polos para todos os municípios do Estado, com ampliação de atendimento de 3 mil para 6 mil estudantes da 3ª série do Ensino Médio (Regular, Tempo Integral e EJA) com aulas gravadas, ao vivo/on-line e aulões presenciais. Cada estudante receberá um chromebook com pen modem e pacote de dados de internet;

– Plataforma de Redação: disponibilização de 22 redações por ano com correção por inteligência artificial instantânea e correção humana, para todos os estudantes matriculados na 3ª série do Ensino Médio;

– Programa de Fortalecimento da Aprendizagem: continuidade do Programa de reforço e recuperação da aprendizagem para os estudantes do Ensino Fundamental com baixo desempenho nas avaliações diagnósticas, acompanhados por professores de Língua Portuguesa e Matemática, sendo duas aulas por semana;

– Sucesso Escolar: atendimento a 2.103 estudantes, entre 13 e 17 anos, do Ensino Fundamental anos finais, de 47 escolas, em situação de distorção idade-série, com currículo diferenciado e formação de professores, a fim de garantir a progressão da aprendizagem e continuidade dos estudos com sucesso escolar;

– Centro Estadual de Idiomas: expansão de oito para 17 centros e ampliação de 7 mil vagas para estudantes da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, incluindo a distribuição de material didático e formação para os professores que atuarão nos centros.

–  Novo Ensino Médio: início da implementação do Novo Currículo do Ensino Médio para estudantes da 1ª série. Será ofertada formação para todos os professores do Ensino Médio, para a implementação do currículo, referente aos itinerários formativos.

– Busca Ativa Escolar: Rede Municipal – monitoramento de 16.355 estudantes que estavam fora da escola/Rede Estadual – monitoramento de aproximadamente 17 mil estudantes (alunos que estavam na escola e que poderiam desistir do ano letivo) e monitoramento de aproximadamente 2.500 estudantes que estavam fora da escola.

Deixe um comentário