Sala de Degustação de Cafés do Incaper de Mantenópolis recebe alunos para oficinas

As oficinas reuniram cerca de 70 alunos, que tiveram oportunidade de conhecer os processos de prova de cafés
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Estudantes tiveram oportunidade de conhecer os processos de prova de cafés como torra e degustação. (Foto: Divulgação)

Alunos do Ensino Médio, do Colégio Estadual Job Pimentel de Mantenópolis, participaram de oficinas na Sala de Degustação de Cafés, localizada no escritório local do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Eles tiveram a oportunidade de conhecer os processos de prova de cafés, como torra e degustação, interagir com os instrumentos de trabalho, além de conhecer os trabalhos realizados pelo Incaper. 

Na Sala de Degustação de Cafés, são feitas classificações que tornam possível aos técnicos do Incaper conduzir o produtor para melhores tratos, boas práticas de cultivo e pós-colheita, a fim de resultar em maior qualidade e agregação de valor do café. A sala foi implantada no escritório de Mantenópolis, em 2014, com o auxílio da Prefeitura Municipal; da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag) e da Associação de Produtores do Córrego São José II. No local, também é confeccionado o laudo de avaliação, documento que atesta a qualidade do café e que é valorizado tanto pelos produtores de café, quanto pelos compradores regionais. 

“Nossa intenção, além de propagar o trabalho do Instituto, é de apoiar a educação e a comunidade, porque muitos desses alunos têm pais produtores de café. A cafeicultura é a maior atividade agrícola do município e a nossa pretensão é que a extensão rural comece na escola para que eles aprendam como que o Incaper pode ajudar em uma futura produção que esses alunos possam ter”, disse o coordenador do escritório do Incaper de Mantenópolis, Rodrigo Fernandes. 

O professor do Colégio Estadual Job Pimentel de Mantenópolis, Fernando Martins, responsável por levar os alunos para as oficinas no escritório do Incaper local, comentou como foi de grande valia para os alunos conhecerem mais esse passo da cadeia produtiva do café e o agronegócio do município. “Eles puderam identificar um mundo novo, por trás dessa cadeia produtiva tão grande da qual eles fazem parte”, enfatizou. 

As oficinas reuniram cerca de 70 alunos e ocorreram no final de outubro e início de novembro. Ao término das atividades, os alunos puderam saborear os melhores cafés que ganharam o 2º Concurso de Cafés Especiais de Mantenópolis. Os estudantes tiveram a oportunidade de experimentar, conhecer e tirar dúvidas sobre os processos de produção de um café especial. 

Deixe um comentário