Governo do Estado lança Sistema Universidade do Espírito Santo – UniversidadES

Foram anunciadas mil novas vagas de graduação e pós-graduação, por meio da criação da Universidade Aberta Capixaba (UnAC)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
Governador Renato Casagrande. (Foto: Hélio Filho/Secom)

O Governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, nesta quinta-feira (11), a instituição do Sistema Universidade do Espírito Santo – UniversidadES, vinculado à Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides). O sistema reúne e organiza as políticas públicas estaduais de educação profissional de níveis Técnico e Superior, além da pesquisa, extensão e inovação. O foco dos cursos será nas áreas STEAM – do inglês: Science (Ciências),  Technology (Tecnologia),  Engineering (Engenharia), Arts (Artes) e Mathematics (Matemática) – motores econômicos para a indústria 4.0 e os desafios do futuro.

Além da estruturação de um sistema estadual integrado de Ensino Superior e Profissionalizante, com oferta gratuita de formação e capacitação aos cidadãos do Estado do Espírito Santo, foram anunciadas mil novas vagas de graduação e pós-graduação, por meio da criação da Universidade Aberta Capixaba (UnAC). 

“Muitas pessoas não fazem curso superior, pois não têm oportunidades. A gente sabe que a educação abre portas. Sonho com um Estado mais igual em termos de oportunidades. Temos um País rico, mas desigual. Sonho com um Estado sem pobreza, sem ver pessoas passando necessidade. O Espírito Santo tem muitas coisas a apresentar, como o melhor Ensino Médio do País. Tenho plena convicção que é a educação que nos levará a ser um estado menos violento”, pontuou o governador.

Casagrande prosseguiu: “Temos que ganhar velocidade para recuperar o tempo perdido por conta da pandemia, que acabou tirando os alunos da sala de aula por mais de um ano e meio. Temos condições de avançar e gerar oportunidades para essa juventude. Temos 13,7% da população capixaba com curso superior e temos que avançar. Queremos um Estado rico e próspero para as pessoas”.


Secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann. (Foto: Hélio Filho/Secom)

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, falou sobre a importância dessas áreas na estruturação das políticas de desenvolvimento para o Espírito Santo.  “A ciência e a inovação são importantes pilares para o desenvolvimento capixaba e a formação profissional é uma das prioridades para a Administração Estadual. O UniversidadES já nasce moderno e inovador. Isso porque fomenta a capacitação nas áreas STEAM, que são motores para o futuro. Apresenta um formato híbrido, aproveitando estruturas físicas já existentes e dando destaque ao ensino EaD, reunindo parcerias sólidas e de baixo custo para o Estado. Esse é o futuro!”, disse.

Durante o evento de lançamento, o subsecretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Denio Rebello Arantes, apresentou o modelo, eixos, vagas e distribuição dos polos de ensino do sistema. “A implantação da UniversidadES promove a ampliação do número de vagas de ensino e concretiza o esforço do Governo do Estado na articulação dos atores da Educação Superior e Profissional para suprir a atual demanda de ensino. O mundo tem mudado numa velocidade muito grande e o Espírito Santo está se movimentando para dar respostas a esta demanda de formação de profissionais para o mercado em velocidade compatível”, destacou.

O programa visa ainda a gerar oportunidades de emprego e renda para os capixabas, por meio de três eixos: a oferta de Ensino Superior de graduação e pós-graduação; oferta de Ensino Técnico, profissional, educação financeira e empreendedora; e o investimento em pesquisa, extensão e inovação. O Sistema UniversidadES foi desenhado de modo a colaborar e dar suporte na estratégia de cumprimento das metas do Plano Estadual de Educação (em especial as metas número 6, 11, 12, 13 e 16).

Compõem os eixos: 

a) de Ensino Superior: a Faculdade de Música do Espírito Santo “Maurício de Oliveira” – FAMES, a Academia de Polícia Militar do Espírito Santo – Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Pública (APM/ES), a Academia da Polícia Civil, o Centro de Ensino e Instrução de Bombeiros (CEIB), os Programas Nossa Bolsa, Nossa Bolsa Mestrado e Programa Universidade Aberta Capixaba;

b) de Ensino Técnico, Profissional, Educação Financeira e Empreendedora: os Centros Estaduais de Ensino Técnico, o Programa Qualificar ES, a Escola de Serviço Público do Espírito Santo – ESESP e outros programas de formação continuada; 

c) de Pesquisa, Extensão e Inovação: o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento – CPID, o Programa Instituto de Inteligência Computacional Aplicada – I²CA, o Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação – ICEPi e o Programa Centro Técnico Criativo – CTC.

Mais vagas
O decreto que institui o Sistema Universidade do Espírito Santo – UniversidadES também cria a Universidade Aberta Capixaba (UnAC), com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de Educação Superior e pós-graduação no Estado, além de possibilitar o apoio do Estado a projetos e atividades desenvolvidas no escopo da Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação por meio da concessão de bolsas nas modalidades de: Desenvolvimento Tecnológico e Estímulo à Inovação, Pesquisa Científica e Tecnológica, Formação e Extensão e Apoio à Difusão de Conhecimento. 

A UnAC irá funcionar em formato híbrido, por meio de Ensino a Distância (EaD) e utilização dos polos de apoio presenciais já existentes da Universidade Aberta Brasil (UAB). São mil novas vagas, sendo 500 vagas por ano em cursos de graduação e 500 vagas em cursos de pós-graduação, especialização e aperfeiçoamento, em 35 polos, em 34 municípios espalhados por todo o Espírito Santo.

A Universidade Aberta Capixaba será implantada em regime de colaboração com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), mediante a oferta de cursos e programas de Educação Superior e pós-graduação.

“O Sistema UniversidadES é uma demanda importante para o Espírito Santo e com forte impacto social. O Governo do Estado, por meio desse sistema, irá levar educação de qualidade a diversas localidades, oportunizando cursos de graduação e pós-graduação em diferentes áreas de conhecimento. O Ifes se sente honrado por fazer parte desse sistema dada a sua experiência consolidada em Educação a Distância e em diferentes eixos tecnológicos, atuando no ensino, pesquisa, extensão, inovação e gestão”, informou o reitor do Ifes, Jadir Pela.

A superintendente de Educação à Distância da Ufes, Maria Auxiliadora Corassa, destacou a importância desse valioso instrumento de formação e de inclusão. “Acreditamos que esta iniciativa do Governo do Estado, em parceria com as instituições de ensino, estabelece um marco na construção de novos cenários para a educação superior pública em nosso Estado. Creio que as etapas subsequentes deste projeto, apoiado na análise das diversas realidades e com planejamento adequado, certamente, nos permitirão aprofundar e avançar sobre as diferentes realidades econômicas e sociais regionais, e sobre os diversos contextos educacionais do Espírito Santo”, avaliou.

De acordo com a diretora acadêmica da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), professora Simone Telles, a universidade paulista contribuirá para a expansão do Ensino Superior à distância no Espírito Santo. “O estudo de viabilidade voltado à implantação de polos será o primeiro passo nessa parceria com o governo capixaba. Pretendemos levar a expertise que adotamos em nosso modelo pedagógico e contribuir para a universalização da educação a distância de qualidade e gratuita. No Estado de São Paulo, já estamos presentes em 325 municípios e 374 polos, mais de 50% do território paulista”, acrescentou.

Em fala emocionada durante o evento, a secretária de Articulação do Conselho Estadual da Juventude (CEJUVE), Sterlayne Rosseto, lembrou que essa é uma antiga demanda da sociedade. “Em 2018, a gente fez um pacto da juventude, reunimos os principais líderes de juventude do Estado, fizemos um pacto, assinamos e entregamos ao governo. Ouvimos naquela época que isso não iria acontecer. Mas aqui está o governador Renato Casagrande, mostrando que nada é impossível no Espírito Santo, que nada é impossível para a nossa juventude. Aqui não é diferente de outros estados e agora nós temos uma universidade estadual para chamar de nossa. Vamos todos abraçar isso, porque é nosso.”, disse a jovem, que foi aluna do programa Nossa Bolsa.

Também estiveram presentes a vice-governadora Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Vitor de Angelo (Educação), Flavia Mignoni (Comunicação Social), Marcelo Altoé (Fazenda), Paulo Foletto (Agricultura), Jasson Hibner (Procuradoria-Geral do Estado) e Coronel Aguiar (Casa Militar); os deputados estaduais Coronel Alexandre Quintino e Luciano Machado; o vice-presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) e prefeito de Ibatiba, Luciano Pingo; além de dirigentes de autarquias e órgãos, vereadores e lideranças da área.

Deixe um comentário