Justiça permite que São José dos Campos deixe fase vermelha

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Prefeitura de São José dos Campos (SP) conseguiu na Justiça se manter na fase laranja do Plano São Paulo contra o coronavírus, em vez da fase vermelha determinada pelo governo do estado, que seria mais restritiva. O desembargador Jeferson Moreira de Carvalho acolheu a argumentação do município de que a ocupação dos leitos para a Covid-19 na cidade ainda não supera 75%, critério estabelecido no plano para a adoção de medidas mais restritivas. Ele argumentou ainda que a Constituição concede aos municípios a competência para legislar sobre assuntos de interesse local. Na fase laranja, o comércio está liberado com protocolos e horários reduzidos. Na vermelha, há aval apenas para atividades consideradas essenciais, como supermercados, farmácias e escolas. A inclusão de todo o estado na fase vermelha foi determinada pela gestão João Doria (PSDB) na quarta-feira (3) para tentar conter o avanço do coronavírus no estado. Em vídeo, o prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), disse que “a justiça foi feita” e que os números permitiriam que a cidade ficasse na fase amarela, mas que, por precaução, iria mantê-la na laranja. “Nós fizemos a lição de casa. Você, cidadão de São José, fez a lição de casa.” Em novo decreto, ele aumentou as multas para atividades noturnas e estabelecimentos que promovam aglomeração. Em primeira instância, o pleito da prefeitura para tirar o município da fase vermelha havia sido negado.

Deixe um comentário