Seriado “Mulher” terá reexibição especial no canal Viva

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O canal Viva anunciou nesta quinta-feira (4) que irá exibir, em homenagem ao mês das mulheres, a série “Mulher” (Globo, 1998) que protagoniza Eva Wilma, 87, e Patrícia Pillar, 57. Os episódios irão ao ar a partir deste sábado (6) e continuarão a ser exibidos ao longo do mês de março. Com autoria de Álvaro Ramos, Euclydes Marinho e Doc Comparato, e direção de Daniel Filho, José Alvarenga Júnior, Mário Márcio Bandarra, José Carlos Pieri e Cininha de Paula, a série conta a história de suas médicas, Marta Corrêa Lopes (Eva Wilma) e Cristina Brandão (Patrícia Pillar), que tem o cotidiano movido pelo trabalho. As duas se conhecem em uma situação inusitada, quando em um voo para o Rio de Janeiro elas precisam improvisar um parto de emergência de uma jovem que estava grávida de oito meses e passou mal na viagem. Impressionada pela performance de Cristina, Marta a chama para trabalhar em sua clínica. A partir de então, as médicas passam a compartilhar dramas pessoais e dificuldades de seus pacientes. Ao longo dos episódios temas como gravidez na adolescência, aborto, eutanásia, síndrome de Down, frigidez, violência contra a mulher e câncer de mama também são debatidos. O Viva irá exibir quatro episódios marcantes da trama: “Princípio de Tudo”, “Desejos Incontroláveis”, “Casa de Ferreiro” e “Decisão Final”. A série vai ao ar aos sábados a partir das 20h30, e será reexibida nas madrugadas de sábado para domingo, a partir das 2h45, nos domingos, às 12h15 e nos sábados seguintes, às 16h. O seriado foi exibido originalmente entre os anos de 1998 e 1999 na Globo. Com duas temporadas os telespectadores acompanharam as duas médicas nos 60 episódios. A série marcou a história da TV brasileira pois foi pioneira em seguir a linha de produção de programas feitos em película, com câmeras de cinema e um processo de filmagem diferente do normalmente utilizado em TV. Além disso, o programa contou com diversos efeitos especiais, e trouxe toda a ambientação de equipamentos hospitalares para a clínica. O último episódio de “Mulher” foi gravado totalmente em câmeras de televisão para alta definição, o HDTV.

Deixe um comentário