Kim Kardashian ficará com mansão de R$ 325 milhões em divórcio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Kim Kardashian, 40, irá ficar com a mansão em Hidden Hills, na Califórnia, em meio ao divórcio com Kanye West, 43, segundo informações do site TMZ. A propriedade é avaliada em cerca de US$ 20 milhões, o equivalente a aproximadamente R$ 325 milhões, e é a residência principal da família. A empresária era dona do terreno onde a mansão foi construída, mas a casa teve investimentos por parte do rapper, então surgiu a dúvida se ele abriria mão da propriedade. Kim demonstrou interesse em ficar com a casa uma vez que irá continuar criando os filhos no local onde cresceram e perto do resto de sua família, que também mora na região. Comprada em 2014, a propriedade possui uma área de 15 mil pés quadrados, o que equivale a cerca de 1.300 metros quadrados. Além do dinheiro investido na compra, o casal também realizou uma grande reforma, com um desembolso da mesma quantia. Kanye foi para Wyoming, região no Oeste dos Estados Unidos. Lá o cantor possui uma propriedade de mais de 5 mil metros quadrados. Além da casa, durante o divórcio, foi relatado que Kim estaria pedindo a custódia legal dos quatro filhos que teve com o rapper: North, Saint, Chicago e Psalm. O casal anunciou a separação em fevereiro de 2021, e o site americano Page Six afirma que a estrela de Keeping Up with the Kardashians fazia de tudo para salvar o casamento conturbado. A gota d’água para ela foi a candidatura de West à presidência dos Estados Unidos. O rapper irá lançar um novo álbum que terá músicas sobre o fim do seu relacionamento com Kim. Segundo o The Sun, o rapper, na verdade, está reescrevendo muitas das faixas de “Donda”, seu disco que era esperado para julho do ano passado e foi adiado, para abordar nas letras a separação.

Deixe um comentário