Chega ao ES primeiro paciente com Covid-19 vindo de Santa Catarina

Com UTIs lotadas, Santa Catarina iniciou a transferência de pacientes com Covid para o Espírito Santo
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email
O primeiro paciente vindo de SC chegou as 15:08h no Aeroporto de Vitória (Foto: Wing Costa/SECOM/ES)

O primeiro paciente com Covid-19 vindo de Santa Catarina foi um homem de 34 anos, que estava intubado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Chapecó/SC. Ele foi levado para o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, no município de Serra.

O transporte foi realizado pelo Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina e pelo SAMU, com a Aeronave Arcanjo-02. A operação iniciou às 8h, quando o avião deixou Florianópolis com destino à Chapecó, onde o paciente embarcou por volta de 11h para o Espírito Santo, chegando as 15:08h no Aeroporto de Vitória. “Trata-se de uma operação bastante delicada, visto o quadro sensível do paciente. Ele será assistido durante todo o voo”, afirmou o superintendente de urgência e emergência da Secretaria de Saúde catarinense, Diogo Bahia Losso, que coordena os trabalhos.

Ao todo, o Espírito Santo receberá 15 pacientes transferidos pelo Governo de Santa Catarina gradativamente, de acordo com a necessidade. Em razão do estado de saúde dos doentes, eles serão transportados individualmente, dois por dia, na aeronave Arcanjo-02 e em um avião de uma empresa particular que presta serviços para o Estado de Santa Catarina.

Ao chegar à unidade hospitalar, os pacientes ficarão em leitos de isolamento e passarão por avaliação médica. As equipes estarão em constante monitoramento de evolução do quadro clínico com apresentação de boletins diários. O estado de saúde dos pacientes será informado exclusivamente aos familiares cadastrados.

Pacientes de Rondônia e Amazonas
O Espírito Santo já recebeu pacientes de outros Estados. Dos 36 pacientes que vieram do Amazonas, entre os dias 21 e 22 de janeiro, apenas dois seguem internados no Hospital Estadual Jayme Santos Neves, 26 já tiveram alta e oito não resistiram as complicações da doença e morreram.

De Rondônia, dos 34 pacientes que chegaram ao Estado, 19 seguem em tratamento no Hospital Estadual Jayme Santos Neves, sendo 12 na UTI e sete em enfermaria. Foram realizadas oito altas clínicas, e sete pacientes vieram a óbito.

Deixe um comentário